quarta-feira, 31 de maio de 2017

Roteiro Africa do Sul (Parte I ) - Pretória e Johannesburg


Roteiro Africa do Sul
Abril - 2017



A Africa do Sul é um país lindo, confesso que voltei apaixonada e com muita vontade de voltar. 
Nesta viagem ficamos 20 dias, uma parte em casa de amigos e outra em hotel. Por conta disso vou colocar os pontos turísticos em tópicos dos locais e não em dias. 

Primeiro vamos aos documentos necessários para entrar na Africa do Sul: Passaporte válido e ter tomado a vacina da Febre Amarela. Depois de tomar a vacina você terá que ir em um posto da ANVISA, que normalmente fica em aeroportos, e fazer uma carteirinha internacional com o registro que você tomou a vacina. Eu tirei no aeroporto de Curitiba e foi super rápido. 


Não é necessário visto para entrar na Africa do Sul !!!


Idioma: Fala-se Inglês e Africanês e mais um monte de dialetos. O inglês deles, para mim que ainda estou aprendendo, achei impossível de entender, pois é muuuuuuuito carregado no sotaque. Meu marido e amigos já entendiam tudo! 

Moeda: Rend, que vale (atualmente em 2017) menos que a nossa. 
Um R$1,00 é igual a R 4,0284

Comida: Achei a comida beeeem apimentada, mesmo pedindo sem pimenta ainda vinha bem forte. Há bastante variedade de restaurantes de todos os lugares do mundo e é sempre tudo gostoso! 
Então não fiquei preocupado, se come bem! Sobre valores, achei mais barato ou igual ao Brasil, na maioria das vezes mais barato.  

Infra estrutura: A Africa do Sul é um país relativamente desenvolvido com bons aeroportos, hotéis e infra estrutura para turistas. Achei melhor que o Brasil. Sobre segurança, tem que tomar cuidado igual no Brasil, mas a impressão que eu fiquei é que tem menos assaltos que por aqui, principalmente porque sempre via pessoas em Shoppings deixando bolsas e sacolas sozinhas. Não sei como é andar em um centro, e falaram que os transportes públicos são mais para os negros (Sim, a separação racial lá ainda é bem forte, os brancos e negros não se misturam muito, isso me deixou bem chocada!). 
No mais, é um país lindo, com pessoas simpáticas que quando falamos que somos do Brasil abrem um enorme sorriso. 

Gorjeta: um tópico só para gorjetas?? Siiimm!!  Isso faz parte da cultura deles. Quando fomos, nossos amigos nos alertaram sobre as gorjetas e fomos achando que era só em restaurantes. Mas não é!! Lá se da gorjeta para tudo!! No restaurante, o cara que empacota no supermercado, o manobrista, camareiras, os Rangers dos Safari. Para os Rangers tem que pagar 10 dólares para cada saída de safári POR PESSOA !!!! (sim ficamos surpresos, somos mão de vaca!! hahah) Até em salão de beleza tem que dar gorjeta! 

Lugares que conheci: Pretória, Johannesburg, Cape Town, Stellenbosch e Madikwe Game Reserve


E agora vamos turistar ??!!


Pretória 




Pretória, localizada a 75km de Johannesburg, é a Capital Executiva da Africa da Sul. É lá que fica o presidente e embaixadas. 

Pontos turistico: 

  • Union Buildings: Residência e sede oficial do presidente da Africa do Sul. Na frente há um lindo jardim com a famosa estátua do Mandela.






  • Monumento Voortrekker: É um museu dedicado aos imigrantes que saíram da Cidade do Cabo, para desbravar o interior da África do Sul. O país foi colonizado por Holandeses e Ingleses. É possível  subir até o ultimo andar, lá há uma vista linda da cidade. 





  • Freedom Park: É um lindo memorial, com uma arquitetura contemporânea, destinada a homenagear a todos que lutaram pela liberdade da Africa do Sul. 




  • Sun City: É um complexo de luxo com casino e hotéis. Se você estiver com tempo sobrando, é possível ir passar o dia na praia artificial com tobogans e almoçar em um dos vários restaurantes. Fica quase 2h de Pretoria e próximo a reserva de Pilanesberg, uma das famosas reservas para se fazer safari. 


Um dos tobogans 

Ponte que leva a um labirinto

No final do labirinto há um bar com degustação de cervejas. 

Johannesburg

Joanesburgo ou Johannesburg é a maior cidade da África do Sul, principal núcleo urbano, industrial, comercial e cultural do país. 



Pontos Turísticos: 

  • Montecasino: É um complexo de casino e hotel. Na parte do casino é como um shopping, com lojas, muitos restaurantes e parquinhos para as crianças. 
A decoração é toda em estilo italiana e
uma parte tem o teto imitando o dia e outra parte imitando a noite.


Também há uma praça de alimentação a céu aberto. 

  • Museu do Apartheid: Conta toda a história da guerra do apartheid, em que foi um regime de segregação racial no período de 1948 a 1994 pelos sucessivos governos do Partido Nacional na África do Sul, no qual os direitos da maioria dos habitantes foram cortados pelo governo formado pela minoria branca.
Entrada do museu

Entrada que simula como era feita a separação racial 


Jardins do museu
  • Nelson Mandela Square: É um shopping que possui uma praça no centro com uma estátua enorme do Mandela, que virou atração turística. O shopping é interligado com hotel, edifício comercial e centro de convenções. 
  • Soweto : Casa do Mandela e Torres Orlando 
O Museu Casa do Mandela, que é a casa onde Mandela viveu, fica localizado no Bairro do Soweto próximo as Torres Orlando, famosas por ter um Bungee Jump entre as torres. 

Museu Casa Mandela

Museu Casa Mandela

Torres Orland
  • Lion Park: É um zoológico com um mini safari, que não é um safari porque os animais não ficam soltos, mas cercados em uma determinada área. Este "safari" é possível ser feito com o próprio carro ou com o carro do parque. No parque eles oferecem interação com filhotes de Leão, Chita e Girafa.  Porem para fazer carinho nos filhotes de leão tem que pagar para fazer o "safari".  O parque tem uma ótima infra estrutura, com dois restaurantes, parquinho para crianças e até um hotel. Para mais informações: http://www.lionandsafaripark.com/
No mini safari, no carro tinha um funcionário jogando comida para os Leões.

5 meses e 50 kg 

São fofinhos, mas da um medinho,
ainda bem que estavam dormindo! haah..

Para alimentar a Girafa é só comprar um pacote de ração e esperar ela vir comer na sua mão. Ela não fica sempre ali, e as vezes não vai comer na mão.
Tive sorte, ela comeu o pacote inteiro na minha mão. 

Fez até pose! 

Junto com as Girafas ficam os Avestruzes
e eles também vem comer na mão.  


E estes foram os pontos turísticos que visitamos!!  
Pretória e Johannesburgo são cidades bonitas, organizadas, desenvolvidas e limpas.
Possuem uma boa estrutura, boas estradas, restaurantes, cafés e shoppings. Aliais, uma coisa que africano gosta é shopping e centro comercial, se vê muito! 
As cidades lembram um pouco São Paulo com um toque de Curitiba, porque achei organizada e limpa, principalmente Johannesburgo.  
Se você for fazer safari para esses lados, indico passar uns três dias para conhecer estas cidades, vale muito a pena. 


As próximas postagem serão sobre o Safari e a Cidade do Cabo.

Fiquem ligados!!

Até a próxima .....



Raquel Fonseca

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Roteiro Cancún - México 11 dias ( Por: Leticia Lima)

Olá!! 
Desta vez a postagem será feita pela minha prima Letícia, que fez uma viagem linda com o seu marido para Cancún em comemoração aos 10 anos de casados. Eles viajaram e janeiro de 2017, e decidiram compartilhar aqui,  então as dicas estão super fresquinhas!! 

Aproveitem!! 

Boa Viagem e até a próxima... 

Raquel Fonseca 


Resumo Cancún - 11 dias 

  • Passagem: 


Viajamos pela Copa airlines. Compramos em  site de busca com 1 escala no Panamá pq não temos visto para os EUA.  Procurar nos sites como:

WWW.skyscanner.com.br

WWW.promoçãorelampagopassagens.com

WWW.maxmilhas.com.br

WWW.melhoresdestinos.com.br

OBS:  lembrar de indicar o numero smiles  para ganhar  pontos no momento do check in.

  • Hotel



Reserva pelo booking : Hotel Smart Oasis Cancún – que oferece só café da manhã  e pode usar os resorts da rede Oasis por U$ 30,00 o Day use. O restaurante do hotel é barato se quiser jantar ou almoçar algum dia.

Nós jantamos 3 dias no hotel e pedimos algumas bebidas e aperitivos na jacuzzi ( nosso lugar pra relaxar no final do dia)

 OBS: Hotéis all inclusive  não vale a pena. A comida no México é barata.

Rede Oasis


  • Passeios



Os passeios são em dólares e por isso não são muito baratos. Todas as agências de viagem cobram o valor do transfer  em torno de 30 dólares por pessoa.

Existe uma agência de brasileiros que vivem em Cancun que é a TravelAhead Passeios, site:  WWW.passeioemcancun.com.br

Nós alugamos um carro pelo site:  WWW.alugueldecarro.com.br.  Para ter o GPS funcionando o tempo todo seria interessante adquiri um chip no aeroporto. Existe também um site WWW.easysim4u.com são revendedores autorizados da T-mobile que nos deixa com internet durante a viagem – conheci este site só qdo voltei de viagem.

  • Visitamos



( só pegamos uma estrada em Cancun que dá acesso a todos os lugares)

Tulum: pouco mais de 1 hora de Cancún , só compramos o ônibus para deixar de caminhar 2 km
( vale muito a pena pra volta...) e o ingresso na bilheteria do parque ( nós compramos no caixa eletrônico pq a fila da bilheteria estava enorme). Não  fomos nos cenotes naturais e almoçamos  num bom restaurante que um nativo nos indicou...


Tulum

Tulum

Isla Mujeres : deixamos o carro num estacionamento no centro de Cancun, bem próximo ao nosso hotel e pegamos a balsa (20 min de travessia). Lá alugamos uma motoneta  e rodamos a ilha toda.  Eu, Letícia, fiquei no Dolphin Discovery  ( almoço incluído) para nadar com os golfinhos, e meu marido ficou em num restaurante próximo. Depois passamos o resto do dia  na melhor praia que fica do lado esquerdo da ilha, próximo a um hotel chamado  Mia Reef  Isla Mujeres Resort.

Motoneta

Dolphin Discovery

Isla Mujeres

Parque Xcaret
: o melhor! Programação para o dia todo! Também não compramos o ingresso com direito a comida. Pq pagar a comida era bem mais barato. Este parque fica 1h de Cancún.

Parque Xcaret

Parque Xcaret


Praia da Tortuga: fica no centro. As praias públicas de Cancún  são as melhores.  Nós só tínhamos o trabalho de procurar um restaurante que não cobrasse para usarmos as cadeiras e guarda-sol  e sim apenas o que consumíamos.
Praia Tortuga

CocoBongo : este foi o dia da programação noturna, passamos a manhã no shopping  La Isla onde almoçamos (visitamos também o Shopping luxury Avenue e o  outlet) e depois ficamos no  hotel  guardando a energia pra boate que é muito legal. Só precisa tomar cuidado com a polícia na hora de voltar pro hotel...

Cozumel: fizemos o esquema parecido com da Isla Mujeres. Só que para pegar a balsa tem que deixar o carro em Playa Del Carmem ( ponto turístico que vale a pena conhecer, fica  um pouco mais de 1 hora). A travessia demora 50 min na balsa . A ilha é muito grande tem 56 km. Nós alugamos um carro, rodamos a ilha toda.  Fomos até San Gervásio  ( ruínas mayas igual Tulum) e depois passamos o dia na praia Tortuga.

Nosso super carro!! 


Praias Públicas: 2 dias entre um passeio e outro. Nós ficamos nas praias publicas de Cancún. Fomos a todas e a noite fomos aos restaurantes famosos: Hooters e Sr. Frogs
Resort : no primeiro dia ,no dia seguinte da boate e no último dia nós usamos os resorts da rede Oasis ( 3 dias)

Chichen Itza : fica 3 horas de Cancún. Um lugar que parece ser muito lindo. Infelizmente não fui... Vou ter que voltar! kkkk


Abraços, 

Letícia Lima 



terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Roteiro Gramado - Novembro 2016




Feriado da Proclamação da Republica 


Em novembro estávamos comemorando 5 anos de casado e queríamos comemorar em algum lugar não muito longe. Moramos no Paraná e, procurando um destino, decidimos por Gramado. Não é tão perto mas é possível ir de carro. Para não ficar muito cansativa a viagem, na ida escolhemos a cidade de Fraiburgo, em Santa Catarina, que fica no meio do caminho entre Ponta Grossa e Gramado para passar uma noite. 

Hotel Renar,
bom para família e passar o final de semana. 

Jardim do Hotel com vista para a cidade 
No segundo dia acordamos bem cedinho pois tínhamos mais uma parada antes de chegar em gramado. Fizemos uma reserva para almoço na vinícola Luiz Argenta, localizada em Flores da Cunha, próximo a Caxias do Sul. Confesso que me surpreendeu, lugar lindo e o restaurante maravilhoso. Passeio imperdível !! 

Entrada Vinícola Luiz Argenta

Parreiral 

Restaurante Clô, localizado junto ao prédio principal da Vinícula

Nada mau almoçar com uma vista dessas... 

Loja e Local para degustação

Durante a visitação são degustados 3 tipos de vinhos 

Adega, considerada a mais moderna do Brasil 

Vinícola Luiz Argenta
mais informações: http://www.luizargenta.com.br

Chegamos em Gramado no final da tarde, pegamos um hotel com uma ótima localização, próximo ao lago Negro. Dava para ir ao centro a pé, e foi ótimo pois a cidade estava lotada.


Hotel Interlaken, recém inaugurado com um café da manhã ótimo!
Mais informações: http://www.hotelinterlaken.com.br/ 
Gramado, as ruas principais da cidade ficam todas decoradas e iluminadas.

Igreja de Pedra de Gramado

Rua Coberta

Natal de Luz, Gramado 

Palácio dos Festivais, toda noite há uma apresentação para ligar as luzes da cidade
E no final da apresentação, Neve!!! (espuminha que imita neve) 
No dia seguinte fomos fazer os passeios fora de Gramado, se você for de avião aconselho alugar um carro, pois a maioria das atrações ficam fora da cidade, só as apresentações de Natal que não.
Uma das entradas de Gramado, onde fica a Loja Cristais de Gramado

Apresentação da fabricação de um vaso de cristal
 Após visitar a loja fomos para o Parque do Caracol, Catedral de Pedra e Museu a Vapor em Canela

Cascata do Parque do Caracol

Catedral de Pedra de Canela 

Entrada do Museu a Vapor, indico essa atração para quem está viajando com criança. 
 No ultimo dia, em Gramado, visitamos o Mini Mundo e a Vinícula Ravanello

Mini Mundo, imperdível!

Vinícola Ravanello, outra surpresa 

Recepção da Vinícula

Parreiral

Visita guiada com degustação, ótimos vinhos  

A venda dos vinhos são feitas apenas na vinícola 

Mais informações: http://www.vinicolaravanello.com.br/pt/
E este foi o nosso roteiro por Gramado, não fomos em nenhuma apresentação paga do Natal de luz pois decidimos ir em cima da hora, e quando fomos olhar para comprar já estava tudo esgotado. Mas valeu muito a pena mesmo não indo nas apresentações.

Até a próxima...


Raquel Fonseca